terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Prisoner of the Past



I live looking for signs...
Signs that may lead me to the past...
When your eyes used to smile looking at me...
When the mistress of my own poetry was you...

I live looking for the shine of your eyes...
That lit my nights and made me think...
That my fantasies could also be your…
And that my life was close to yours...

I live looking for answers that I did not give you...
All the dreams and joys that I took you...
I thought I could fool my heart...
Even with the will to live that crazy passion...

I live looking for the tears I made you spill...
And all illusions that I made you believe...
Maybe it's not too late to me apologize...
And ask for the time to reconnect us...

I feel that your essence stills the same...
A dreamy girl into a princess body...
I see you still have a lot in common...
We're not in this world only to be a more...

The time that distanced us also made us grow...
Today we live a life with another way to be...
Dreaming awake or living reality...
You are still present in me with all your sensitivity...


Written by Willian Vailate

4 comentários:

  1. http://blogcrazygalaxy.blogspot.com/
    Gostei do seu Blog ^^

    ResponderExcluir
  2. Fico até sem ter o que dizer
    O seu post ficou espetacular
    E o seu blog está ótimo
    Continue nessa linha
    Sucesso
    <>
    visite-nos e comente tmbm
    gostando siga e avise que retribuiremos
    se seguir deixe o aviso no comentário
    deixando o seu link para retribuirmos
    <>
    grato
    <>
    http://mikaelmoraes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Willian, podemos perceber a sua escola literária, nos autores que você se expirou...

    ResponderExcluir
  4. O passado quando é muito marcante realmente transforma o rumo de uma pessoa principalmente em situações em que foi dado um tempo para amadurecer as idéias e os sentimentos.

    ResponderExcluir

O autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.